A vacinação dos profissionais de Educação

Maioria dos professores, gestores e funcionários das redes públicas municipais do programa Klabin Semeando Educação já estão protegidos com pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19

 

Como tem sido demonstrado pela ciência e pela própria experiência empírica, a vacinação, as medidas sanitárias e o distanciamento social formam o melhor “kit” de proteção à Covid-19, ou pelo menos de suas consequências mais graves. Por isso, diante da iminente volta às aulas presenciais no Brasil, surge uma questão importante: como as campanhas municipais de vacinação estão contemplando os profissionais de Educação – professores, gestores e funcionários das redes públicas municipais?

Um rápido levantamento mostra o que cada um dos 13 municípios integrantes do Programa Klabin Semeando Educação tem feito para imunizar seus profissionais da área de Educação, a fim de permitir o retorno às escolas com segurança.

 

CORREIA PINTO (SC)

No município, os professores formam um grupo específico e receberam a primeira dose da vacina no dia 2 de junho, afirma Francielle Gomes Mesquita Espeche, secretária de Educação.

 

CURIÚVA (PR)

A campanha exclusiva de vacinação para a Educação atende no momento aos profissionais na faixa de 33 anos, segundo a secretária de Educação, Claudete Assunção da Silva.

 

IMBAÚ (PR)

O município imunizou todos os profissionais acima de 40 anos e as demais faixas etárias estão sendo imunizadas de acordo com o calendário do restante da população. Até o início de julho, faltavam apenas 12 profissionais para serem imunizados, de acordo com o secretário da Educação, José Fabrício de Oliveira.

 

GOIANA (PE)

A vacinação dos profissionais de Educação teve início no dia 31 de maio e, de acordo com o levantamento realizado pela Secretaria de Educação, quase todos os profissionais da área já receberam a primeira dose do imunizante, informa a formadora Zoraide Maria Barbosa.

 

LAGES (SC)

O município de Lages fez levantamento dos profissionais e seguiu as determinações legais para vacinação dos grupos prioritários na Educação Básica e Superior. O primeiro grupo começou a ser imunizado em 26 de maio, segundo Andressa Alano Alves, diretora de Ensino.

 

ORTIGUEIRA (PR)

Em Ortigueira, todos os profissionais já receberam a primeira dose da vacina e a segunda dose está prevista para ser aplicada até 15 de setembro, informa Marilza dos Santos, coordenadora pedagógica de Ensino.

 

OTACÍLIO COSTA (SC)

O município tem um grande número de profissionais da Educação vacinados, entre eles professores, equipe técnica, merendeiras, motoristas e estagiários com mais de 18 anos, informa a secretária de Educação, Ana Luzia.

 

RESERVA (PR)

Em Reserva, segundo a coordenadora pedagógica Shelley Giane Szulc, todos os trabalhadores da Educação estão vacinados. Eles foram organizados por faixa etária, porém em um grupo específico, inclusive os motoristas do transporte escolar.

 

RIO BRANCO DO IVAÍ (PR)

Segundo Carmem Veloso, secretária de Educação, a primeira dose da vacina foi aplicada em todos os profissionais da Educação do município.

 

SAPOPEMA (PR)

Josiane Luque de Oliveira, secretária da Educação e Cultura, informa que todos os profissionais da Educação do município tomaram a primeira dose da vacina.

 

TELÊMACO BORBA

Os profissionais da Educação foram organizados em três grupos para vacinação, que começou no dia 5 de junho, para os profissionais da Educação e estagiários acima de 18 anos que atuam internamente das instituições escolares públicas e privadas do município. No dia 7 do mesmo mês foi a vez de motoristas e monitores do transporte escolar da SME e no dia 28, dos profissionais da SME receberem a primeira dose da vacina, segundo Elma Giane Assueiro Carneiro, da Divisão de Planejamento de Ensino.

 

TIBAGI (PR)

Vistos como um grupo específico pelo município, todos os profissionais das escolas, CMEIS, SME e motoristas do transporte escolar já foram contemplados com a vacina, segundo Marta Serenato, da Semed. A distribuição foi organizada por faixa etária e o último grupo se vacinou no dia 25 de junho.

 

VENTANIA (PR)

Os profissionais da Educação estão sendo tratados em Ventania como um grupo específico e a vacinação ocorre por faixa etária. A última faixa etária vacinada foi dos profissionais com 32 anos, segundo o secretário da Educação, José Carlos Costa dos Santos.